Adestramento rápido – a parábola da torneira e do interruptor

Compartilhe agora mesmo:

Se você está procurando uma técnica ou metodologia que garanta o adestramento rápido do seu cão, desista! Não existe milagre quando se trata de aprendizado de comportamento.

Estava ali, lavando louça e me deparei tentando fechar a torneira como eu fechava a torneira da casa onde morava, há cinco meses.

Num momento de consciência pura, me surpreendi ao perceber o que estava fazendo! Não é incrível como nosso cérebro nos comanda?

Há cinco meses, diariamente, pelo menos uma vez ao dia (nivelando por baixo) abro e fecho a minha atual torneira, mais de 10 vezes, enquanto lavo a louça do almoço (sem contar as outras refeições).

O mesmo acontece com o banheiro… rs!

Como podem ver na foto, ao entrar no banheiro, encontra-se a válvula da descarga e o interruptor está acima da pia! Quis ilustrar pra entenderem que, até hoje, não entendi porquê o construtor decidiu que entraríamos no escuro e assim permaneceríamos até alcançar a pia (dizem que em Portugal, os interruptores ficam do lado de fora dos cômodos, a mim, parece mais lógico que no oposto mais interno do cômodo, como é o caso aqui de casa).

Fato é que, também, há cinco meses todas as vezes que vou entrar no banheiro (que não são poucas por dia) tento acender as luzes na válvula da descarga!

Aprender um determinado comportamento leva tempo e é fundamental ter um propósito, um sentido, além de gerar uma consequência que reforce e faça valer a pena executá-lo. (Veja este aqui sobre reforço positivo)

Com certeza, o que me leva a acender as luzes do banheiro, na maioria das vezes, é bastante recompensante!

Essas duas atividades são corriqueiras e muito recorrentes na minha vida e, ainda assim, fazer de maneira diferente da que fazia há mais de cinco meses ainda é predominante no meu modo de agir.

Agora, imagina para um cão aprender um dado comportamento? O processo é o mesmo: habituação e associação positiva. Então, não é justo que eles aprendam algo novo, num tempo record, sem que para isso muito dedicação da nossa parte esteja envolvida. Além de ser fundamental entender que cada indivíduo tem o próprio tempo para concluir as conexões neuronais (que é como um hábito se consolida no nosso cérebro – um mesmo caminho muitas vezes percorrido).

Então, contratar um profissional para adestra-lo e não fazer a sua lição de casa, todos os dias com seu cão não é a melhor maneira de se obter um cão treinado… tão pouco, rapidamente.

É preciso que você entenda a construção do processo do comportamento desejado (nisso um profissional pode te orientar) e que você pratique muito com seu cão para ele ficar fluente nesse comportamento.

Agora, imagine ainda quando se trata de resolução de problemas comportamentais onde o cão já tem um repertório comportamental estabelecido e onde é preciso a desconstrução do comportamento indesejado e a construção do desejado?

Não é possível que isso aconteça da noite para o dia. Muito menos sem que você se esforce em trabalhar com seu cão.

Agora me conta, você já se deu conta de algum comportamento seu que resiste por um tempo maior do que você imaginava ser possível?

Compartilhe agora mesmo:

Deixe seu e-mail aqui pra receber as novidades da Tutor de Pet!

Tutor, fique tranquilo: somos contra spam!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!